Domingo, 11 de Julho de 2010

...

Para além de outras actividades sou vitrinista de farmácias, quis o universo que assim fosse e agora compreendo o porquê.

Tenho notado um crescente número de pessoas nas farmácias. Onde quer que vá e a qualquer horas estão sempre cheias de gente. É impressionante a quantidade de medicamentos que cada um adquire. 1 para o colesterol, 1 para o diabetes, 1 para as tensões, 1 para dormir melhor, 1 para acordar, e como ouvi estes dias uma senhora pedir, 1 para me fazer sorrir!!!

Já precisamos de drogas para sorrir! Já não vivemos sem elas… uma simples dor de cabeça, 1 comprimido, 1 ansiedade, 1 comprimido! Onde será que isto vai parar?

Muitas vezes tenho que me conter para dizer as pessoas… por favor, não precisa de medicamento para sorrir, há formas bem mais fáceis de o fazer.

Não sou de maneira alguma contra os medicamentos e muito menos contra os médicos. Precisamos sempre uma vez ou outra de os tomar. Mas tomar medicamentos para sorrir? Por favor!

Admiro muito a classe médica e sei que nós reikianos ainda vamos trabalhar em conjunto com eles. Aí sim, talvez no lugar de mais um comprimido para sorrir seja receitado o acompanhamento de um terapeuta de Reiki.

Constato que este número enorme de medicamentos que as pessoas tomam não é da responsabilidade dos médicos mas sim dos pacientes. Quantas vezes já assisti a queixarem-se que o Sr. Doutor não presta porque só lhe receitou 1 medicamento. Então recorrem a outro médico para lhe receitarem mais.

As pessoas andam tão doentes do corpo, da mente e mais ainda da alma! Somos um povo triste que vê a resolução dos seus problemas ao tomarem muitos e muitos medicamentos.

Não conseguem perceber que ao encharcarem-se de fármacos passam a ser mais infelizes que antes. Senão vejamos:

  • A pessoa perde o emprego, fica sem dinheiro para as suas necessidades, entra em depressão, e vai ao médico. Passa a tomar muitos e muitos medicamentos, andam completamente alienados, fora da realidade. Ora isso ainda vai prejudicar mais. O seu problema agrava-se, gasta o dinheiro, que já era tão pouco, nos anti-depressivos, nos ansioliticos, perde a capacidade de conduzir de ter forças para arranjar novo emprego. Passa a viver bem pior, e num mundo á parte. Aqui um acompanhamento de um terapeuta de reiki juntamente com o médico não seria uma solução bem melhor?
  • Temos os nossos idosos. Tenho trabalhado bastante com eles nos últimos tempos e têm-me feito pensar muito!

Quando dão conta estão na idade da reforma. Não prepararam o seu futuro como idosos. Deixam de ter identidade. Antes era o jardineiro, o carteiro, o Sr. Engenheiro, o Sr. Doutor…. E agora? O que são?

Acordam, vestem-se vão tomar o seu café…. Voltam para casa, sentam-se a ver televisão, a ler, a ver televisão a ler. Passam a sentir-se inúteis. Ao fim de uns dias estão super deprimidos. As doenças começam a surgir, o diabetes, a colesterol, as tensões altas, a artrose e muitas mais. Muitas vezes assisto aos idosos a pagarem 200 a 300 euros por mês em medicação. Ainda lhes dizem… faça uma boa dieta! Boa dieta? Só se for passar fome, pois com o dinheiro que gastam em fármacos não lhes sobra muito mais!

Não será muito mais fácil um acompanhamento com um terapeuta de Reiki?

Muito bom formar idosos em Reiki, pois eles passam a cuidar deles, dos filhos, dos netos, a fazerem voluntariado. Passam a sentir um novo estímulo para viver! Sentem-se de novo UTEIS!

Era tão bom que as pessoas começassem a perceber a origem das suas doenças! Tudo está na nossa mente! Nós não temos só este corpo físico que vemos. Temos outros. O mental o emocional e o espiritual.

O nosso corpo físico é o nosso transporte do qual somos os motoristas, tal como o nosso carro. Para que ele funcione temos que lhe meter combustível, temos que o limpar, meter óleo, que lhe fazer a revisão para que não avarie.

Vou contar uma história de uma pessoa que conheci:

A “Maria”! A Maria estava a passar por um período difícil na sua vida, o seu casamento estava mal, a sua vida financeira ainda pior! Não se abria com ninguém, vestiu uma mascara de pessoa de bem com a vida e ninguém percebia o quanto ela andava triste. Quando á noite estava sozinha chorava compulsivamente. Assim andou alguns anos. Primeiro começaram as oscilações de peso. Passou a emagrecer, depois uma tuberculose, problemas no sangue, nódulos na mama e muitas outras sintomatologias. Solução? Medicamentos e mais medicamentos.

Ela foi uma das pessoas que “acordou”! Descobriu o Reiki e acreditou no seu poder de cura. Já há anos que não precisa de um anti-depressivo e há anos que não tem qualquer doença.

Bem, a Maria criou as suas próprias doenças! Assim como todos nós! Cada um de nós é responsável por cada doença que temos. Nós é que as fabricamos ao não assumirmos os nossos problemas, ao camufla-los.

Sejamos crianças, adultos ou idosos! Não importa a religião, raça ou a condição social. Todos nós podemos curar-nos, basta ter essa vontade! Eu falo sempre em reiki, mas poderia falar em muitas outras terapias complementares ou alternativas, como os florais, a acupunctura, a homeopatia e tantas outras, mas o Reiki tem a vantagem de ser fácil e de pudermos tratar de nós próprios e dos outros.

Já não existe grandes desculpas para as pessoas não o fazerem, pois até já existe muito voluntariado para as pessoas com mais dificuldades económicas.

Muito importante e que quase toda a gente se esquece. Devemos PREVENIR que a doença se instale.

Na terapia Reiki vamos sempre tratar a causa da doença e não a doença em si.

Precisamos muito dos médicos, muito dos medicamentos, mas também precisamos muito das terapias complementares. A qualidade de vida das pessoas seria muito favorecida e talvez deixássemos de ver o olhar perdido dos idosos, a angústia das pessoas e a indecisão dos jovens.

publicado por silvia às 21:03
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 8 de Julho de 2010

Introversão

O que nos faz ser introvertidos? Quando as pessoas que nos conhecem desde sempre sabem que não o somos! Bem pelo contrario, somos bem extrovertidos, divertidos e fazemos amizades muito facilmente? Será que faz parte do nosso crescimento? Não sei! Mas a sensação não é nada agradável! O que faz que um certo ambiente te torne introvertido? Serão as pessoas.. será o tema? Quando a tua vontade é levantares-te e dizer bem alto: "Porque não te calas"? mas não o fazes e ficas com um grande nó no estômago. Vais contra a tua natureza e isso faz-te sofrer! Em vez de te livrares desse sentimento vais-te fechando mais e mais.As pessoas de quem gostas não tentam compreender... é sempre mais fácil afastarem-se.E tu pior te sentes! A verdade é que talvez saibas a verdadeira razão dessa introversão mas não te apetece combatê-la, pois para o fazeres tens que enfrentar as pessoas e dizeres... não gosto de ti. Basta abrires a boca para me fazeres mal. Lido muito mal com a arrogância. Desde sempre vivi rodeada por pessoas arrogantes. Mas uma coisa é o que nos foi imposta e outra é o poder de escolha! Não escolhemos a familia, mas temos livre arbitrio para escolher os amigos! O teu coração diz não, mas a razão não tem força suficiente para virar costas.

è sempre mais fácil voltar a vestir preto!

publicado por silvia às 12:10
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 22 de Abril de 2010

Primavera da vida

 

 

 Não é quando temos 18 anos
E não sabemos nada de nada
E pensamos que sabemos tudo;
Quando pensamos
Que nossas dores de amor
Serão eternas...
A primavera da vida
Chega quando nos sentimos
Prontos para nascer
Para as coisas boas e belas
Que a vida nos oferece;
Quando nos sentimos bem connosco mesmos
E podemos nos olhar no espelho e dizer:
-Agora sei o que quero,
Sei do que preciso
E sei o que vou buscar;
Não tenho medo de errar.
A primavera da vida
Chega quando olhamos para trás
Sem ressentimentos,
Sem arrependimentos
E para o futuro com o brilho nos olhos
De quem já descobriu
Que dores não são eternas
E alegrias também não,
Mas que a gente vive
E sobrevive apesar de tudo.
É quando a gente descobre
Que nunca é tarde demais
Pra recomeçar.

publicado por silvia às 15:09
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 27 de Julho de 2009

Crianças

 

 

 

Durante uma caminhada com crianças da "cidade" pelo meio de matas, encontramos uma casa muito humilde com 3 lindas crianças da "aldeia".

Quando viram o grupo de estranhos perto vieram de imediato a correr todos felizes. Depois de uma pequena conversa comigo pediram para esperar um bocadinho e lá foram os três pequenitos a correr pelo meio do mato. Qual não é o meu espanto quando surgem com um recipiente cheio de peras(muito pequeninas) que foram colher no momento para nos oferecer.

Tal gesto, foi de uma nobreza tal que me conseguiram comover. Olhei para o meu grupo de crianças da "cidade" e não os consegui imaginar a ter tal gesto.

Mais uma vez, aquele sentimento de tristeza me invade... como estamos a educar os nossos filhos? Com super proteção, tenis de marca, computadores, actividades atras de actividades..... e os nossos filhos continuam insatisfeitos, e pior ainda egoístas.

Estas crianças vivem numa grande miséria, mas uma pequena coisa , um carinho, os faz tão felizes!!

publicado por silvia às 23:15
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 26 de Junho de 2009

Jovens

 

É muito importante que os jovens percebam que para terem algo é necessário trabalhar para isso. E estes jovens têm sido uma agradável surpresa. 

Durante o período de férias, o que acontece á maioria dos jovens é ficarem em casa frente a um computador. Aqui meteram mãos á obra e com muita boa disposição constroem um espaço onde podem estar.

Este é um espaço onde se vão divertir e trabalhar. Meio ambiente e apoio comunitário são alguns dos projectos que têm.

 

 

publicado por silvia às 15:15
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 19 de Junho de 2009

Não sei quantas almas tenho

 

 

 

Não sei quantas almas tenho.

Cada momento mudei.

Continuamente me estranho.

Nunca me vi nem acabei.

De tanto ser, só tenho alma.

Quem tem alma não tem calma.

Quem vê é só o que vê,

Quem sente não é quem é,

Atento ao que sou e vejo,

Torno-me eles e não eu.

Cada meu sonho ou desejo

É do que nasce e não meu.

Sou minha própria paisagem;

Assisto à minha passagem,

Diverso, móbil e só,

Não sei sentir-me onde estou.

Por isso, alheio, vou lendo

Como páginas, meu ser.

O que sogue não prevendo,

O que passou a esquecer.

Noto à margem do que li

O que julguei que senti.

Releio e digo: "Fui eu ?"

Deus sabe, porque o escreveu.

(Fernando Pessoa)

 

 

 

publicado por silvia às 23:21
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 18 de Junho de 2009

Encontro de amor incondicional


reiki
Enviado por marlene11. - Mais videos sobre o estilo, a moda e o faça você-mesmo
publicado por silvia às 23:11
link do post | comentar | favorito
|

Dia mundial da criança

 

Mesmo com a chuva a ameaçar o dia, as crianças não desistiram e divertiram-se imenso. Nada como a energia das crianças!!

 

 

publicado por silvia às 18:58
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 14 de Junho de 2009

Abertura do terceiro olho

Mais um passo muito importante na minha vida!

 

publicado por silvia às 22:26
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 12 de Junho de 2009

ERA UMA VEZ, NA LUZ DAS ESTRELAS...

Era o tempo de sua liberdade,
E você dançava pelo éter...
De mãos dadas com as estrelas.
 
Era a hora de suas escolhas...
E você olhou para a Terra, e sorriu.
E desceu para mais uma jornada no mundo.
 
Era assim que você fazia: dançava no céu.
Mas, agora você não se lembra disso.
E as estrelas estão com saudades.
 
Era tão lindo o seu vôo...
Você voava cantando e rindo.
E deixava um rastro de luz por onde passava.
 
Era um outro tempo, em outro lugar.
Mas, chegou à hora da colheita...
E você virou o bebê de alguém.
 
Era o tempo de uma nova vida...
E você riu, e me disse: “Não se esqueça de mim!”
Ah, querida! Como esquecê-la?
 
Era uma vez, acima do mundo e além da vida...
Quando eu fiz uma canção.
E ela falava de você.
 
Era uma vez, querida...
Quando um grande amor desceu em mim.
E eu dancei com as estrelas, por você.
 
Era no espaço, por entre os pensamentos.
Era no coração, por entre os sentimentos.
Era na canção de amor que fiz, por entre os planos.
 
Era uma vez... Quando o amor fez o meu coração falar.
Era eu o menino do seu sonho.
E aquela estrela que você tanto gosta, também sou eu.
 
Era eu olhando-a pequena no berço.
E, certa vez, você me viu, e disse:
Têm um anjo no meu quarto!”
 
Era mais do que um sonho, minha pequena.
E, na letra dessa canção, eu me revelo a você.
Para que você sinta-se muito amada.
 
Era um outro tempo...
E eu não me esqueci de você.
E a canção fala por mim.
 
Era uma vez... Quando eu dancei com as estrelas.
Por você. Pelo amor.
Quando eu virei menino.
 
Era uma vez... Quando o amor me fez escrever.
Então, algo desceu do céu, em seu coração.
E você ficou feliz, sem saber o motivo.
 
Era um presente... De outro coração.
Era essa canção, por entre os planos da vida.
E, agora, você sabe: o amor é maior do que tudo!
 
Era uma vez, na luz das estrelas...
 
P.S.:
No silêncio da meditação, eu ouvi uma voz sutil.
Ela me disse: “Deixe o seu coração falar...
Escreva uma canção de amor, que inspire outros corações.”
E eu fiz. E agora, eu sou só sei o que o amor fez de mim.
Sumiu o homem, ficou o menino... E eu, cada vez menor.
Sim, cada vez menor, diante do infinito...
Enquanto um grande amor fala em meu coração:
Vive, ama, escreve, compartilha, compreende, ri, e segue...”
 
(Dedicado para aqueles que sentem um grande amor em seus pequenos corações e que, por isso, são apaixonados pela Vida e pela Luz.)
 
Paz e Luz*.

 

publicado por silvia às 17:40
link do post | comentar | favorito
|

.musica


.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. ...

. Introversão

. Primavera da vida

. Crianças

. Jovens

. Não sei quantas almas ten...

. Encontro de amor incondic...

. Dia mundial da criança

. Abertura do terceiro olho

. ERA UMA VEZ, NA LUZ DAS E...

.arquivos

. Julho 2010

. Abril 2010

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2006

.tags

. todas as tags

.links


Hospedagem de site
Hospedagem de site

.RECOMENDADOS