Domingo, 11 de Julho de 2010

...

Para além de outras actividades sou vitrinista de farmácias, quis o universo que assim fosse e agora compreendo o porquê.

Tenho notado um crescente número de pessoas nas farmácias. Onde quer que vá e a qualquer horas estão sempre cheias de gente. É impressionante a quantidade de medicamentos que cada um adquire. 1 para o colesterol, 1 para o diabetes, 1 para as tensões, 1 para dormir melhor, 1 para acordar, e como ouvi estes dias uma senhora pedir, 1 para me fazer sorrir!!!

Já precisamos de drogas para sorrir! Já não vivemos sem elas… uma simples dor de cabeça, 1 comprimido, 1 ansiedade, 1 comprimido! Onde será que isto vai parar?

Muitas vezes tenho que me conter para dizer as pessoas… por favor, não precisa de medicamento para sorrir, há formas bem mais fáceis de o fazer.

Não sou de maneira alguma contra os medicamentos e muito menos contra os médicos. Precisamos sempre uma vez ou outra de os tomar. Mas tomar medicamentos para sorrir? Por favor!

Admiro muito a classe médica e sei que nós reikianos ainda vamos trabalhar em conjunto com eles. Aí sim, talvez no lugar de mais um comprimido para sorrir seja receitado o acompanhamento de um terapeuta de Reiki.

Constato que este número enorme de medicamentos que as pessoas tomam não é da responsabilidade dos médicos mas sim dos pacientes. Quantas vezes já assisti a queixarem-se que o Sr. Doutor não presta porque só lhe receitou 1 medicamento. Então recorrem a outro médico para lhe receitarem mais.

As pessoas andam tão doentes do corpo, da mente e mais ainda da alma! Somos um povo triste que vê a resolução dos seus problemas ao tomarem muitos e muitos medicamentos.

Não conseguem perceber que ao encharcarem-se de fármacos passam a ser mais infelizes que antes. Senão vejamos:

  • A pessoa perde o emprego, fica sem dinheiro para as suas necessidades, entra em depressão, e vai ao médico. Passa a tomar muitos e muitos medicamentos, andam completamente alienados, fora da realidade. Ora isso ainda vai prejudicar mais. O seu problema agrava-se, gasta o dinheiro, que já era tão pouco, nos anti-depressivos, nos ansioliticos, perde a capacidade de conduzir de ter forças para arranjar novo emprego. Passa a viver bem pior, e num mundo á parte. Aqui um acompanhamento de um terapeuta de reiki juntamente com o médico não seria uma solução bem melhor?
  • Temos os nossos idosos. Tenho trabalhado bastante com eles nos últimos tempos e têm-me feito pensar muito!

Quando dão conta estão na idade da reforma. Não prepararam o seu futuro como idosos. Deixam de ter identidade. Antes era o jardineiro, o carteiro, o Sr. Engenheiro, o Sr. Doutor…. E agora? O que são?

Acordam, vestem-se vão tomar o seu café…. Voltam para casa, sentam-se a ver televisão, a ler, a ver televisão a ler. Passam a sentir-se inúteis. Ao fim de uns dias estão super deprimidos. As doenças começam a surgir, o diabetes, a colesterol, as tensões altas, a artrose e muitas mais. Muitas vezes assisto aos idosos a pagarem 200 a 300 euros por mês em medicação. Ainda lhes dizem… faça uma boa dieta! Boa dieta? Só se for passar fome, pois com o dinheiro que gastam em fármacos não lhes sobra muito mais!

Não será muito mais fácil um acompanhamento com um terapeuta de Reiki?

Muito bom formar idosos em Reiki, pois eles passam a cuidar deles, dos filhos, dos netos, a fazerem voluntariado. Passam a sentir um novo estímulo para viver! Sentem-se de novo UTEIS!

Era tão bom que as pessoas começassem a perceber a origem das suas doenças! Tudo está na nossa mente! Nós não temos só este corpo físico que vemos. Temos outros. O mental o emocional e o espiritual.

O nosso corpo físico é o nosso transporte do qual somos os motoristas, tal como o nosso carro. Para que ele funcione temos que lhe meter combustível, temos que o limpar, meter óleo, que lhe fazer a revisão para que não avarie.

Vou contar uma história de uma pessoa que conheci:

A “Maria”! A Maria estava a passar por um período difícil na sua vida, o seu casamento estava mal, a sua vida financeira ainda pior! Não se abria com ninguém, vestiu uma mascara de pessoa de bem com a vida e ninguém percebia o quanto ela andava triste. Quando á noite estava sozinha chorava compulsivamente. Assim andou alguns anos. Primeiro começaram as oscilações de peso. Passou a emagrecer, depois uma tuberculose, problemas no sangue, nódulos na mama e muitas outras sintomatologias. Solução? Medicamentos e mais medicamentos.

Ela foi uma das pessoas que “acordou”! Descobriu o Reiki e acreditou no seu poder de cura. Já há anos que não precisa de um anti-depressivo e há anos que não tem qualquer doença.

Bem, a Maria criou as suas próprias doenças! Assim como todos nós! Cada um de nós é responsável por cada doença que temos. Nós é que as fabricamos ao não assumirmos os nossos problemas, ao camufla-los.

Sejamos crianças, adultos ou idosos! Não importa a religião, raça ou a condição social. Todos nós podemos curar-nos, basta ter essa vontade! Eu falo sempre em reiki, mas poderia falar em muitas outras terapias complementares ou alternativas, como os florais, a acupunctura, a homeopatia e tantas outras, mas o Reiki tem a vantagem de ser fácil e de pudermos tratar de nós próprios e dos outros.

Já não existe grandes desculpas para as pessoas não o fazerem, pois até já existe muito voluntariado para as pessoas com mais dificuldades económicas.

Muito importante e que quase toda a gente se esquece. Devemos PREVENIR que a doença se instale.

Na terapia Reiki vamos sempre tratar a causa da doença e não a doença em si.

Precisamos muito dos médicos, muito dos medicamentos, mas também precisamos muito das terapias complementares. A qualidade de vida das pessoas seria muito favorecida e talvez deixássemos de ver o olhar perdido dos idosos, a angústia das pessoas e a indecisão dos jovens.

publicado por silvia às 21:03
link do post | comentar | favorito
|

.musica


.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. ...

. Introversão

. Primavera da vida

. Crianças

. Jovens

. Não sei quantas almas ten...

. Encontro de amor incondic...

. Dia mundial da criança

. Abertura do terceiro olho

. ERA UMA VEZ, NA LUZ DAS E...

.arquivos

. Julho 2010

. Abril 2010

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2006

.tags

. todas as tags

.links


Hospedagem de site
Hospedagem de site

.RECOMENDADOS