Quarta-feira, 20 de Dezembro de 2006

Carinho

Estava sem dinheiro e muito zangada com a vida, pois achava que não era justo não ter dinheiro para comprar montes de prendas, muitas iguarias para por na mesa, uma roupa nova para o natal que se aproximava. Sentia-se a mais infeliz das pessoas! Na rua, completamente mal humorada passa por um velhinho sentado na soleira de uma porta, com muito frio com aspecto de fome mas com um grande sorriso nos lábios... passou e andou, mas algo a fez voltar para tras, talvez aquele olhar meigo daquele velhinho.... sentou-se ao pé dele e so conversaram com o olhar!! estendeu a mão para dar uma moeda, mas ele não quis! Levantou-se e o velhinho so lhe disse... Obrigado por me ter dado o mais importante... o seu carinho!!

De repente deixou de sentir-se a mais infeliz das pessoas a passou a ser uma das pessoas mais felizes do mundo. Tinha sido abençoada por aquele sorriso.

Muitas vezes passa naquele lugar mas o velhinho nunca mais o viu! Todos os anos, na altura do natal o que lhe faz um grande sorriso no coração é a recordação daquele velhinho que hoje tem a certeza que era um anjo!!

Percebeu que não é o dinheiro que a faz feliz, nem é as prendas ou as iguarias que poderia ter mesa, mas sim o calor Humano, mas sim todos os sorrisos de todos os velhinhos que a unica coisa que querem é um carinho!!!!

sinto-me:
publicado por silvia às 10:27
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De HumbertotheWizard a 20 de Dezembro de 2006 às 23:01
O dinheiro não compra o calor humano, pois não Silvie? Já imaginaste aqueles magnatas e milionários, alguns já quêdos e idosos que bem gostariam de ter junto de si o previlégio, de serem acompanhados por alguêm que por eles nutrisse puro sentimento de Amizade, arredado de qualquer interesse nas suas fortunas. É triste possuir todos os previlégios do mundo, e lamentávelmente não sentir o mais nobre de todos eles, como é a presença de alguêm que nos ame de alma e coração. Acredito, que o capital tenha o poder de comprar o coração de alguêm, mas conseguirá alienar a alma? São nestas alturas pelo Natal, que aqueles ricos de coração de pedra, sentem no vazio da solidão, verdadeiramente o peso e gelo da rocha que formaram, no âmago do seu egoismo. Venho para encorajar-te Silvie, a escrever palavras tão bonitas como estas que acabaste de editar neste post. Como vês não doeu, porque não custa. Há sempre uma primeira vez para tudo. Um bom Natal e um próspero Ano Novo em exclusivo para ti.

Comentar post

.musica


.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. ...

. Introversão

. Primavera da vida

. Crianças

. Jovens

. Não sei quantas almas ten...

. Encontro de amor incondic...

. Dia mundial da criança

. Abertura do terceiro olho

. ERA UMA VEZ, NA LUZ DAS E...

.arquivos

. Julho 2010

. Abril 2010

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2006

.tags

. todas as tags

.links


Hospedagem de site
Hospedagem de site

.RECOMENDADOS